Bem-vindo(a)!

Exponho aqui um pouco daquilo que tem a ver com a minha produção diária. Cada publicação, uma novidade: poesias, notícias, pensamentos, reportagens…

No corpo, na alma e no coração RSS

UFRN: Estão abertas matrículas para o segundo semestre

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Notícias | 29/07/2009 às 3:16

Começou nesta segunda-feira (27) o período de matrícula para o segundo semestre dos aprovados no Vestibular 2009 da UFRN. O ingressante deve procurar a coordenação do seu curso, no horário de funcionamento de cada departamento, até a próxima sexta-feira.

Para agilizar o processo, a universidade pede que o novo aluno leve um documento de identificação com foto e a declaração recebida no cadastramento ocorrido em janeiro, mas esta última não é obrigatória.

As aulas para novatos e veteranos começarão no dia 10 de agosto, quando haverá grande festa de recepção.

Consumo, logo existo

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Artigos | 22/07/2009 às 6:11

"As mercadorias que me revestem e os bens simbólicos que me cercam é que determinam meu valor social."

"As mercadorias que me revestem e os bens simbólicos que me cercam é que determinam meu valor social."

Leitor assíduo do portal Adital, li, em 2006, o artigo “Consumo, logo existo”, de Frei Beto, pelo qual o escritor fala sobre o nosso valor e nossos valores na chamada sociedade de consumo. Esse ótimo texto recebi recentemente por emeio e não menos atualizado aproveito para compartilhar com você.

Frei Beto*
22/09/2006

Ao visitar em agosto a admirável obra social de Carlinhos Brown, no Candeal, em Salvador, ouvi-o contar que na infância, vivida ali na pobreza, ele não conheceu a fome. Havia sempre um pouco de farinha, feijão, frutas e hortaliças. “Quem trouxe a fome foi a geladeira”, disse. O eletrodoméstico impôs à família a necessidade do supérfluo: refrigerantes, sorvetes etc. A economia de mercado, centrada no lucro e não nos direitos da população, nos submete ao consumo de símbolos. O valor simbólico da mercadoria figura acima de sua utilidade. Assim, a fome a que se refere Carlinhos Brown é inelutavelmente insaciável.

É próprio do humano – e nisso também nos diferenciamos dos animais – manipular o alimento que ingere. A refeição exige preparo, criatividade, e a cozinha é laboratório culinário, como a mesa é missa, no sentido litúrgico. Continue lendo este tópico »

“Meu maior desafio foi vencer a timidez”, conta Lorena Calabria

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Eventos e entrevistas, Jornalismo | 21/07/2009 às 13:00

Lorena Calabria (Foto Fábio Guinalz/AgNews)

Lorena Calabria (Foto Fábio Guinalz/AgNews)

Lorena Calabria nasceu no dia 21 de junho de 1964, Rio de Janeiro. Começou a carreira em 1985, na extinta Rede Manchete, enquanto ainda cursava a faculdade de Jornalismo na UERJ. A estreia como apresentadora aconteceu no ano seguinte, quando comandou o Clip Clip, programa de clipes da Rede Globo. Foi repórter e redatora da revista Bizz, na segunda metade dos anos 80.

Foi garota-propaganda dos absorventes Intimus, em 1990, e dublou o programa Olho Vivo, da BBC, transmitido no Brasil pela TV Cultura. Também chegou a ser repórter do Programa Livre, de Serginho Groisman. Foi uma das primeiras apresentadoras da MTV Brasil, comandando o Cine MTV. Após sua saída da emissora, ficou sete anos como apresentadora do programa Metrópolis, da TV Cultura.

Ficou alguns anos no Multishow, apresentando e fazendo os roteiros dos programas Bate-Papo Digital e Ensaio Geral. Em 2004 foi contratada pela Rede Record para ser apresentadora do Domingo Espetacular, e em 2007 apresentou o Entrevista Record, na Record News.

Já em 2008, apresentou o programa Happy Hour, do canal de televisão a cabo GNT. Atualmente, apresenta, ao lado de Patrícia Maldonado e Daniel Bork, o programa Dia Dia, um programa matinal na Band. Continue lendo este tópico »

20 de julho: Feliz Dia do Amigo

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Entretenimento | 20/07/2009 às 23:59

Nesta segunda-feira (20/07), comemora-se em quase todo o mundo o Dia do Amigo, por isso brindo esta data trazendo para você, meu amigo, minha amiga, uma linda história com Cascão e Cebolinha.

Cascão & Cebolinha em Amizade (01)
Cascão & Cebolinha em Amizade (02) Continue lendo este tópico »

Alzeny Nelo interpreta canções francesas na UFRN

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Eventos e entrevistas | 15/07/2009 às 2:27

Alzeny Nelo no show Chansons

Alzeny Nelo no show Chansons

Os amantes das canções francesas vão ter a oportunidade de ouvir uma interpretação sofisticada e inusitada na voz de Alzeny Nelo. O show intitulado Chansons será apresentado nesta quinta (16/07) e na sexta-feira (17/07), às 20h, no auditório Onofre Lopes (Escola de Música da UFRN).

A cantora destaca que a nova temporada de shows atende a um pedido do público feito após o sucesso da primeira apresentação ocorrida neste ano, que marcou a abertura oficial no Rio Grande do Norte do ano da França no Brasil.

O espetáculo musical traz canções francesas que marcaram época por meio de cantores e compositores como Edith Piaf, Léo Ferre, Barbara, Chico Buarque, entre outros.

Além disso, o evento conta com uma banda formada por músicos reconhecidos no cenário da música instrumental como o pianista Eduardo Taufic, o contrabaixista Airton Guimarães, o baterista Darlan Marley e o guitarrista Sérgio Farias, quem ainda é responsável por assinar todos os arranjos originais.

A venda antecipada dos ingressos está sendo feita na loja Arte Musical (Shopping Via Direta) ao preço de R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudante).

  • O quê? Alzeny Nelo no show Chansons
  • Onde? Escola de Música da UFRN
  • Quando? Dias 16 e 17 de julho de 2009
  • Quanto custa? R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (estudante)

Com informações da Agenda Digizap

Água te dá asas

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Entretenimento | 15/07/2009 às 0:38

Isso mesmo! Você não leu errado. Água te dá asas.

Ilustração do vídeo Evian Roller Babies

Ilustração do vídeo Evian Roller Babies

Há muito tempo aderi ao time da água mineral e de lá para cá procuro sempre chamar a atenção dos meus amigos e amigas para seus benefícios. É incrível, além de combinar com todas as ocasiões, faz a pessoa sentir-se completamente revigorada.

Lembro como se fosse hoje de um show da cantora Lane Cardoso e algumas bandas de forró em Barreta, uma das praias preferidas pelos veranistas, no litoral sul potiguar. Embora tivesse passado a tarde em um churrasco, sem descanso, dancei quase todas as músicas nessa festa (Luciana, Rosinha e Rubinha que o digam). Efeito de quê? Só podia ser da poderosa água mineral.

Cientificamente, “sabe-se que entre 60 e 70% do nosso organismo é composto de água. Órgãos como os rins chegam a ter 83% de água, enquanto o coração, o pulmão e o sangue ficam com algo em torno de 80%. Ou seja, a função vital de muitos órgãos depende da quantidade de água no organismo”.

Agora, para corroborar com a minha tese, encontrei o superanimado vídeo que finaliza esse tópico. Assista-o e não esqueça de comentar deixando suas próprias conclusões. Continue lendo este tópico »

A história de Lúcio Flávio Pinto, jornalista condenado por fazer jornalismo

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Artigos | 09/07/2009 às 16:48

Idelber Avelar

Lúcio Flávio Pinto (Foto publicada na página da SBPC)

Lúcio Flávio Pinto (Foto publicada na página da SBPC)

Prepare-se, caro leitor, para outro mergulho no Brasil profundo. Lúcio Flávio Pinto talvez seja hoje o jornalista mais respeitado e destemido da Região Norte. Ele é o solitário redator do Jornal Pessoal, empreitada independente, que não aceita anúncios, tem tiragem quinzenal de 2 mil exemplares e mesmo assim provoca um fuzuê danado entre os poderosos, dada a coragem com que Lúcio investiga falcatruas e crimes. Lúcio já ganhou quatro prêmios Esso. Recebeu também dois prêmios da Federação Nacional dos Jornalistas em 1988, por suas matérias dedicadas ao assassinato do ex-deputado Paulo Fonteles e à violenta manifestação de protesto dos garimpeiros de Serra Pelada. Em 1997, ele recebeu o Colombe d’Oro per la Pace, um dos mais importantes prêmios jornalísticos da Itália. Em 1987, foi o jornalista que investigou o rombo de 30 milhões de dólares no Banco da Amazônia, por uma quadrilha chefiada pelo presidente interino do banco e procurador jurídico do maior jornal local, O Liberal. Continue lendo este tópico »