Bem-vindo(a)!

Exponho aqui um pouco daquilo que tem a ver com a minha produção diária. Cada publicação, uma novidade: poesias, notícias, pensamentos, reportagens…

No corpo, na alma e no coração RSS

A primeira vez a gente nunca esquece

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 03/05/2004 às 13:47

Gente, praticamente não consegui conectar neste Domingo. Após muito ligar para o suporte Velox, consegui ter acesso apenas às 21h30min. Tenho certeza que era congestionamento e não revelavam. Sem falar no problema causado por um dos procedimentos solicitados pelo suporte, mas graças ao bom Deus resolvi sem precisar chamar ninguém.

Mudando de assunto, no próximo dia 05 de maio termina o prazo para o alistamento eleitoral. Para orientar àquelas que pretendem votar pela primeira vez, seguem algumas informações. Continue lendo este tópico »


Operário em construção

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Poesias | 01/05/2004 às 17:13

“O 1º de Maio é momento de manifestação, de reclamação e também de comemoração, como os 20 anos da Diretas Já e as conquistas dos trabalhadores.”

Numa belíssima festa, a CUT está reunindo milhares de pessoas na Avenida Paulista, em São Paulo. Um ato de celebração aos trabalhadores, a PAZ e para mostrar ao público bandeiras históricas de luta da classe operária.

Quem quiser conferir o evento ao vivo, clique aqui.

E segue abaixo um poema interessantíssimo, ótimo para fazermos algumas reflexões. Continue lendo este tópico »


Minha flor amada

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Bastidores, Poesias | 30/04/2004 às 19:17

Na aurora do dia
Com uma flor me encontrei
Fixamente
Para ela olhei
Tomei coragem
Me aproximei
Batemos um papo
Curto, mas valeu
Pois era aquela flor
Quem hoje
É o meu grande amor.

Isaac Ribeiro

– Imprescindível começar meu contato com vocês expondo este poema. Afinal, estarei completando 18 anos na próxima quinta-feira – 06 de maio – e nessa trajetória, com certeza, ele marcou bastante.

Foram com estas palavras que descrevi os primeiros passos de um amor que começara há quatro anos. E foi este amor motivo inspirador de outros passos primeiros… nos caminhos da poesia.

Paixão é o amor que passa; amor é a paixão que para sempre a gente guarda.

Tá guardado… Tá marcado… No coração!


[addthis tool="at-below-post-homepage"]