Bem-vindo(a)!

Exponho aqui um pouco daquilo que tem a ver com a minha produção diária. Cada publicação, uma novidade: poesias, notícias, pensamentos, reportagens…

No corpo, na alma e no coração RSS

Argumentos tirados da lata do lixo…

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Artigos | 27/10/2005 às 0:42

Izaías Almada – Escritor e dramaturgo
13/10/2005

A frase acima foi usada pelo presidente Hugo Chávez como parte de uma resposta dada a um jornalista de O Estado de São Paulo no programa Roda Viva da segunda-feira, 3 de outubro.

Não sei se o leitor teve a oportunidade de assistir ao programa. Fiquei sabendo quase em cima da hora, pois a “discrição” com que foi anunciado na mídia já demonstrava mais uma vez o preconceito contra a emblemática figura de Chávez. E lá fui eu, postar-me em frente ao televisor, na expectativa de assistir a um debate de alta qualidade intelectual e política, uma vez que o tradicional programa, em inúmeras de suas edições, já quase a alcançar o milhar, o comprovou em várias oportunidades.

O de segunda-feira, no entanto, deixou a desejar. Não pela figura do presidente venezuelano, sempre franco, educado, sabedor de que devia se ater aos problemas da América Latina e – em particular – aos problemas da sua nova Venezuela. A decepção ficou por conta da mediocridade (e em alguns casos má fé mesmo) com que alguns dos entrevistadores se comportaram. Salvo as exceções de Fernando Morais e Bob Fernandes, que procuraram levantar questões pertinentes à importância e ao momento histórico do entrevistado, os outros integrantes da roda se comportaram (tão em moda na imprensa brasileira atual) mais como inquisidores do que propriamente entrevistadores. Pior ainda: inquisidores mal preparados. Continue lendo este tópico »

A Venezuela de Chávez

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Artigos | 19/10/2005 às 22:54

Em visita ao Brasil, o ministro da Economia Popular da Venezuela, Elias Jaua, relata o que vem sendo feito em seu país para construir outro modelo de desenvolvimento. Governo Chávez prioriza produção para consumo nacional, incentiva vocações regionais e investe no cooperativismo, na economia solidária e na integração continental.

Marco Aurélio Weissheimer

Porto Alegre – O governo do presidente Hugo Chávez, da Venezuela, está investindo na construção de um modelo de desenvolvimento endógeno com o objetivo declarado de revolucionar a vida econômica do país. Esse modelo, uma das principais faces econômicas da Revolução Bolivariana proposta por Chávez, prioriza a produção para o consumo local e nacional, incentiva as vocações de cada região e a organização de pequenas comunidades em cooperativas, entre outras políticas.

Essas escolhas não são gratuitas. A Venezuela importa hoje cerca de 80% dos alimentos que consome. O principal produto da pauta de exportação do país é o petróleo. A história recente do país é marcada por uma total dependência em relação a esse produto. Ao mesmo tempo em que lucra com a alta mundial do preço do petróleo, Chávez quer diversificar a economia venezuelana e enraizar um sistema de economia popular e solidária no país. Segundo o ministro da Economia Popular da Venezuela, Elias Jaua, o objetivo estratégico dessa política é construir um modelo de desenvolvimento bastante distinto daquele implementado pelo receituário neoliberal na América Latina. Continue lendo este tópico »

Repórter critica cobertura política da Globo*

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Jornalismo | 14/10/2005 às 23:22

Daniel Castro – Colunista da Folha

Repórter especial da Globo, Carlos Dorneles enviou terça-feira a uma extensa lista de jornalistas da emissora e-mail em que, numa iniciativa inédita, critica abertamente a cobertura que a rede vem fazendo da crise política.

Diz o e-mail: “Ontem [segunda] fiz uma matéria sobre as tentativas de intermediações do irmão do presidente Lula. Denúncia baseada em matéria de ‘Veja’ de dois dias antes. Saiu no ‘JN’, com o devido destaque. Mas, no mesmo dia, o ‘Estadão’ dava matéria sobre a descoberta de conexões entre Cristiano Paz, sócio de Marcos Valério, e o comitê de campanha de José Serra. Não demos. Seria uma ótima oportunidade para mostrar que estamos fazendo uma cobertura jornalística da crise política. Falhamos”.

*Texto adaptado

Pesquisa sobre aborto

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Saúde | 04/10/2005 às 10:23

28.09.05 – Brasil

Dossiê da organização não-governamental Católicas pelo Direito de Decidir (CDD) traça um panorama da política de atendimento nos casos de aborto legal no Brasil.

De acordo com o levantamento, a oferta do serviço em hospitais públicos não provocou uma “avalanche” de abortos como previa, por exemplo, a Igreja Católica.

A pesquisa envolveu 58 instituições de saúde, de 24 unidades da federação. Entre os anos de 1989 e 2002, foram registrados 845 abortos legais. A maioria dos hospitais pesquisados (78%), fizeram no máximo 30 procedimentos. Em apenas dois deles, os procedimentos chegaram a 270, mas eles estão localizados no Estado de São Paulo e recebem pacientes de todas as regiões do país. Continue lendo este tópico »