A História do Dia dos Namorados

No Brasil, o Dia dos Namorados é celebrado no dia 12 de junho. Mas, isto é só no Brasil. No resto do mundo ocidental, principalmente no Hemisfério Norte, o dia consagrado aos namorados é 14 de fevereiro, o “Dia de São Valentim” ou “Valentine’s Day”.

Como muitas outras datas comemorativas católicas, sua origem está na Roma Antiga, nas festas pagãs de Lupercália, que aconteciam em meados de fevereiro.

O festival era dedicado a Lupercus (protetor dos rebanhos e pastores) e Juno (deusa do amor). Nesses festivais, as moças escreviam seus nomes em pedaços de papel ou pano, colocando-os numa jarra depois.

Os rapazes retiravam um nome e a pessoa sorteada seria a parceira de danças e brincadeiras durante os festejos. A relação entre os pares é alvo de dúvida. Alguns historiadores dizem que era apenas baseada na amizade e outros, que os casais passavam a noite juntos.

Esta mudança da data aqui no Brasil se deu por duas razões: aquecer as vendas no mês de junho e aproveitar a proximidade do dia 13, dia do santo casamenteiro.

O sucesso não foi imediato. Somente depois de muitos anos que esta data se tornou sinônimo de romantismo. Atualmente o Dia dos Namorados é a terceira melhor data comemorativa para o comércio, perdendo apenas para o Natal e para o Dia das Mães.


Tópicos Relacionados

Deixe um Comentário

*

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.