Bem-vindo(a)!

Exponho aqui um pouco daquilo que tem a ver com a minha produção diária. Cada publicação, uma novidade: poesias, notícias, pensamentos, reportagens…

No corpo, na alma e no coração RSS

Exaustos-e-correndo-e-dopados

Por Redação | Categoria(s): Saúde | 15/11/2016 às 21:17

Na sociedade do desempenho, conseguimos a façanha de abrigar o senhor e o escravo no mesmo corpo (Imagem: Waking Times)

Na sociedade do desempenho, conseguimos a façanha de abrigar o senhor e o escravo no mesmo corpo (Imagem: Waking Times)

Eliane Brum (*)

Nos achamos tão livres como donos de tablets e celulares, vamos a qualquer lugar na internet, lutamos pelas causas mesmo de países do outro lado do planeta, participamos de protestos globais e mal percebemos que criamos uma pós-submissão. Ou um tipo mais perigoso e insidioso de submissão. Temos nos esforçado livremente e com grande afinco para alcançar a meta de trabalhar 24X7. Vinte e quatro horas por sete dias da semana. Nenhum capitalista havia sonhado tanto. O chefe nos alcança em qualquer lugar, a qualquer hora. O expediente nunca mais acaba. Já não há espaço de trabalho e espaço de lazer, não há nem mesmo casa. Tudo se confunde. A internet foi usada para borrar as fronteiras também do mundo interno, que agora é um fora. Estamos sempre, de algum modo, trabalhando, fazendo networking, debatendo (ou brigando), intervindo, tentando não perder nada, principalmente a notícia ordinária. Consumimo-nos animadamente, ao ritmo de emoticons. E, assim, perdemos só a alma. E alcançamos uma façanha inédita: ser senhor e escravo ao mesmo tempo. Continue lendo este tópico »

Paralisação da Coopmed faz Samu Natal fechar as portas

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Saúde | 27/11/2012 às 12:56

Leia a opinião do blogue sobre o assunto

Crise na saúde municipal. A greve dos médicos ligados à Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (COOPMED/RN) está afetando serviços básicos e emergenciais. Desde as primeiras horas desta terça-feira (27), os natalenses não podem contar com o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU Natal). Sem médicos, não há atendimento através do 192. A sede do serviço será fechada.

De acordo com o coordenador médico do Samu Natal, Ariano José Freitas de Oliveira, o Conselho Regional de Medicina do RN (CREMERN) já foi comunicado sobre o fato. A secretaria Municipal de Saúde (SMS) também foi alertada da possibilidade do serviço parar, no entanto, nenhuma providência foi tomada. “Desde ontem à noite estamos esperando uma resposta da secretária para saber se o Samu Metropolitano assumiria o serviço. Não houve resposta e não há o que fazer”, explicou.

As ambulâncias estão paradas e quem liga para o 192 é comunicado de que não é possível realizar o atendimento. A suspensão do serviço, segundo o coordenador médico, é por tempo indeterminado. Estão paralisadas três UTIs móveis e nove ambulâncias básicas, todas paradas na base do Samu, na Avenida Nascimento de Castro. Continue lendo este tópico »

Pacientes do SUS poderão ter direito a medicamentos que estejam fora da tabela

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Saúde | 12/05/2010 às 18:04

Marcos Chagas – Repórter

Um novo capítulo na Lei Orgânica de Saúde, aprovado hoje (12) pelo Senado, prevê uma série de exigências ao Estado para garantir tratamento médico e fornecimento de medicamentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS). Pelo projeto, o Poder Público não pode deixar de fornecer medicamentos e produtos de saúde aos pacientes, mesmo que a substância não conste nas tabelas do SUS.

De autoria do Senador Tião Viana (PT-AC), a matéria tramitou em caráter terminativo na Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e agora vai à apreciação da Câmara. O projeto prevê também a atualização das tabelas do SUS e dos protocolos clínicos, pelo menos uma vez ao ano. Continue lendo este tópico »

Pesquisa sobre aborto

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Saúde | 04/10/2005 às 10:23

28.09.05 – Brasil

Dossiê da organização não-governamental Católicas pelo Direito de Decidir (CDD) traça um panorama da política de atendimento nos casos de aborto legal no Brasil.

De acordo com o levantamento, a oferta do serviço em hospitais públicos não provocou uma “avalanche” de abortos como previa, por exemplo, a Igreja Católica.

A pesquisa envolveu 58 instituições de saúde, de 24 unidades da federação. Entre os anos de 1989 e 2002, foram registrados 845 abortos legais. A maioria dos hospitais pesquisados (78%), fizeram no máximo 30 procedimentos. Em apenas dois deles, os procedimentos chegaram a 270, mas eles estão localizados no Estado de São Paulo e recebem pacientes de todas as regiões do país. Continue lendo este tópico »