Bem-vindo(a)!

Exponho aqui um pouco daquilo que tem a ver com a minha produção diária. Cada publicação, uma novidade: poesias, notícias, pensamentos, reportagens…

No corpo, na alma e no coração RSS

Darcy Ribeiro para o Dia do Leitor

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Educação, Política | 07/01/2017 às 21:13

“Em 1982, Darcy Ribeiro fez uma conferência dizendo: ‘se os governadores não construírem escola agora, daqui a 20 anos não terá dinheiro para construir presídios suficientes’. O vaticínio se cumpriu.”. Esse comentário foi feito pela Presidenta do Supremo Tribunal Federal e do Conselho Nacional de Justiça, Ministra Carmem Lúcia, no dia 10 de novembro de 2016, em encontro com Secretários Estaduais de Segurança Pública. Continue lendo este tópico »

Reflexão sobre o assassinato de militante estudantil vítima do pai

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 16/11/2016 às 15:06

Guilherme Irish foi assassinado pelo pai que não tolerava a participação dele em movimentos sociais (Ilustração: Isaac Ribeiro)

Ilustração: Isaac Ribeiro

Como disse a amiga Mariana Belchior: “Que tempos são esses que pai mata filho porque ele está ocupando escola e lutando por seus direitos? Que tempos são esses que pai mata filho? Que tempos são esses que se mata alguém por discordância política? Que tempos são esses que nem o laço de sangue consegue superar a intolerância?”.

Guilherme Irish, jovem estudante universitário, foi assassinado pelo pai que não tolerava a participação dele em movimentos sociais. Ele nem tinha uma visão política exatamente igual a minha, mas também estava na luta por um mundo igualitário, socialmente justo e libertário.

Tanto por isso é preciso dizer que ele está presente, agora e sempre! A luta continua!

Protestos param Natal contra proposta que congela investimentos públicos

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 11/11/2016 às 19:40

Trabalhadores e estudantes tomaram às ruas de Natal em Marcha Unificada contra a PEC 55 (Foto: Isaac Ribeiro)

Foto: Isaac Ribeiro

Trabalhadores(as) e estudantes tomaram às ruas de Natal, capital do Rio Grande do Norte, em Marcha Unificada contra a PEC 55, antes chamada de PEC 241 na Câmara dos Deputados. Essa Proposta de Emenda Constitucional congela investimentos públicos por 20 anos, tornando ainda mais precários serviços essenciais à população. Continue lendo este tópico »

Hillary Clinton ganha no voto popular, mas Temer é que será o novo presidente

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 09/11/2016 às 18:25

Regra eleitoral americana foi que garantiu eleição de Donald Trump (Ilustração: Isaac Ribeiro)

Regra eleitoral americana foi que garantiu eleição de Donald Trump (Ilustração: Isaac Ribeiro)

Se Donald John Trump estivesse disputando eleições no Brasil, estaria agora desesperado, com cara de quem comemorou mas não levou (Isso lembra algum político brasileiro nas Eleições 2014?).

Nessa reta final da apuração, Hillary Clinton virou, abriu mais de 220 mil votos de vantagem sobre o republicano e deve mesmo ficar com a maioria dos votos populares.

Ocorre que lá a eleição é indireta, quem decide são os delegados, dos quais Trump ficou com a maioria. Não confunda, porém, com o que aconteceu no Brasil, onde o ilegítimo Michel Temer conquistou a maioria dos Senadores e Deputados Federais e tirou o mandato da Presidenta Dilma Rousseff.

Lá, essa é a regra eleitoral. No Brasil, não tem essa regra. Aqui foi golpe!

Técnicos administrativos da UFRN aprovam greve por tempo indeterminado

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 24/10/2016 às 19:56

A Assembleia contou com mais de 300 representantes da categoria (Foto: SINTEST/RN)

A Assembleia contou com mais de 300 representantes da categoria (Foto: SINTEST/RN)

Nesta segunda-feira (24), os técnicos administrativos da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) aprovaram greve por tempo indeterminado a partir do dia 27 de outubro. A Assembleia contou com mais de 300 representantes da categoria.

Essa greve inicia em um cenário marcado pela intensificação das lutas contra o corte de verbas da educação pública, o congelamento salarial, o corte em investimentos na infraestrutura da universidade, a Reforma da Previdência, as privatizações, o PLP 257/2016 e a PEC 241/2016.

Para mais informações, acesse www.sintestrn.org.br.

O que a votação de um filho diz do potencial de votos futuros do pai?

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 03/10/2016 às 16:09

Marcos Lula (Foto: Divulgação)

Marcos Lula (Foto: Divulgação)

Disseram que a derrota de um filho de Lula este ano, Marcos Lula, candidato a vereador em São Bernardo do Campo (SP), prova que o ex-presidente não terá chances em 2018, caso se candidate à Presidência da República novamente.

Fiquei, então, pensando quais serão as chances de José Agripino, Presidente Nacional do DEM, caso ele se candidate ao Senado nas próximas eleições, uma vez que o seu “filho” Dagô não conseguiu a reeleição para a Câmara Municipal do Natal. Aliás, o DEM só obteve 3.837 votos na capital potiguar, 1,05% dos votos válidos, sendo o 7º partido menos votado dentre 31 legendas que receberam votos para o legislativo municipal. Continue lendo este tópico »

Macau: Candidatura do DEM cai na Lei da Ficha Limpa

Por Isaac Ribeiro | Categoria(s): Política | 24/09/2016 às 23:02

Entre as causas de inelegibilidade, sistema do Tribunal Superior Eleitoral destaca que o postulante foi condenado por abuso do poder econômico.

Entre as causas de inelegibilidade, sistema do Tribunal Superior Eleitoral destaca que o postulante foi condenado por abuso do poder econômico.

Tida como uma das favoritas à Prefeitura de Macau, candidatura do DEM cai na Lei da Ficha Limpa e está indeferida. Sentença da 30ª Zona Eleitoral do Rio Grande do Norte afirma que há incidência em causa de inelegibilidade prevista no art. 1º, I, “d” e “j” , da Lei Complementar nº. 64/1990, com alterações da Lei Complementar nº. 135/2010.

De acordo com a referida alínea “d”, são inelegíveis “os que tenham contra sua pessoa representação julgada procedente pela Justiça Eleitoral, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado, em processo de apuração de abuso do poder econômico ou político, para a eleição na qual concorrem ou tenham sido diplomados, bem como para as que se realizarem nos 8 (oito) anos seguintes”.

Por sua vez, a alínea “j” torna inelegíveis “os que forem condenados, em decisão transitada em julgado ou proferida por órgão colegiado da Justiça Eleitoral, por corrupção eleitoral, por captação ilícita de sufrágio, por doação, captação ou gastos ilícitos de recursos de campanha ou por conduta vedada aos agentes públicos em campanhas eleitorais que impliquem cassação do registro ou do diploma, pelo prazo de 8 (oito) anos a contar da eleição”.